Escrevendo ao acaso

| 1 Comment

escrevendo ao acaso

Escrevendo ao acaso
Sem saber o quê, nem porquê
Escrevendo ao acaso
Sem saber o rumo a seguir
Nem o querer saber
Escrevendo ao acaso
Sem nada dizer..

Tudo isto é um paradoxo
Uma terrível incógnita!?
Assim é também a vida:
Vive-se ao acaso
Sem saber o quê, nem porquê
Vive-se ao acaso
Sem saber o rumo a seguir
Nem o querer saber
Vive-se ao acaso
Sem se viver

O que escrevo?
E porquê?
Qual será o objetivo
Deste escrito?
O rumo de um escrito
Sem escrito?

O que vivo?
Porque vivo?
Qual o rumo da minha vida?
O seu verdadeiro objetivo?

Escrevendo ao acaso
Sem saber o quê, nem porquê
Escrevendo ao acaso
Sem saber o rumo a seguir
Nem o querer saber
Escrevendo ao acaso
Sem nada dizer..

O acaso escreve
O acaso dita
O acaso lê

Algo ao acaso
É algo ao acaso!
E o acaso?
O que será o acaso!
Bem…
O acaso é o acaso!
Não vivemos por acaso?
Ou acaso vivemos ao acaso?

Vivemos por acaso
Porque o acaso vive ao acaso!

O contrário?
Também está bem:
Vivemos ao acaso
Porque…
O acaso vive por acaso!

Escrevendo ao acaso
Sem saber o quê, nem porquê
Escrevendo ao acaso
Escrevi por acaso
Sem saber que ao acaso
Eu iria escrever

Escrevi ao acaso
Sem o acaso saber
Que escrevendo ao acaso
Se pode escrever 🙂

 

One Comment

  1. Porque gosto daquilo, que a Vina Escreve? Se calhar é porque por acaso escreve bem, escreve bonito. Tudo é um acaso. Até a nossa vida… Será por acaso que andamos a vaguear por aqui?!!!! Foi por acaso que eu a conheci e fiquei a gostar de si? Possivelmente por acaso foi. Continue a dar-nos o prazer da sua escrita, porque por acaso a vida é um sopro e devemos ir fazendo tudo aquilo que gostamos. Um beijinho grande e parabens por ser quem é.

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.