O acaso

| 3 Comments

acaso

Por acaso… havia sol!

Eventualidade
Caso fortuito
O acaso também era um Deus!

Por acaso nasci no século XX e não num século antes de Cristo. Foi por acaso que um espermatozoide (de meu pai) entrou sem pedir licença num óvulo de minha mãe.

E!… PUF— Aqui estou eu por acaso. Não foi à força de me quererem abortar, mas por acaso EU fui mais teimoso do que eles. Lembro-me «em fotos» de como eu era um bebe rechonchudo, cresci, cresci…

Agora sou uma pessoa da terceira idade (magricela e careca), mas… quando me olho ao espelho, digo para ele… por acaso ainda gosto de mim. Dá-me um certo conforto e por vezes desconforto. O que EU era e o que sou agora! Mas o Deus do acaso quis assim.

Pergunto-me algumas vezes!? Se por acaso não tivesse nascido? Quem seria antes? Como poderia fazer as pessoas felizes como gosto de fazer? Por acaso tenho uma pessoa que AMO muito e quero fazer feliz… por acaso ela sabe quem é. E é como uma luz, uma vitamina na minha vida. Por acaso essa pessoa é única.

Quando escrevo qualquer coisa coloco no texto pontos de ???????

Por acaso será que não tenho certezas de nada? Ou a ocasião faz o ladrão?!…

3 Comments

  1. Por acaso nasceste e por acaso somos amigos.
    A vida é feita de acasos. Acasos felizes…

  2. Por acaso nasceste e ainda bem que nasceste. O que seria hoje a minha vida sem ti!?. És o PILAR onde me encosto , onde me lamento, és a pessoa a quem conto as minhas máguas, e és tu que me dás força para eu continuar. Bendito espermatozóide atrevido que chegou ao lugar certo.

  3. Ainda bem que nasceste, mesmo que tivesse sido por acaso…
    Mas eu não acredito em acasos desses.
    Gostei muito da foto.

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.