O passado

| 4 Comments

Para mim já és passado e repassado.

És a «escória», o «bagaço», o «restolho», o «sal e pimenta» para o bife da minha vida.

Com tudo isso, tu caíste sobre mim como um manto de veludo, que foi deitando do céu pétalas de rosas, e… sobre mim passados palpitantes de esperanças milagrosas, de futuros agonizantes.

Mesmo assim!…

Neste presente, tenho o mel e o fel das histórias e memórias, que fazem de mim um boémio, um vagabundo, um poeta, num vai e vem sem querer remexer em ti, nem sabendo se chego ao futuro.

Quem és tu passado?
Já me não lembro!…
Mentira, lembro sim!
Fica onde estás, porque já estás dentro de mim.

4 Comments

  1. Bem no teu estilo.
    O passado de cada um é um facto que não se apaga jamais, os bons e maus momentos e quando alguém fez parte desse passado, é como que um recuo não só ao seu passado, mas aos outros passados também…

  2. Passado é passado. Por vezes é bom pensar Nele. Nas coisas boas que fizemos, que tivemos e naqueles que já não temos. Mas por outras é melhor nem nos lembrarmos Dele. Basta-nos pensar no futuro e caminhar em direcção ao Infinito, pois só Ele agora ditará as Leis da nossa vida. Parabéns pelo texto. É lindo como tu, com ou sem passado. És tu e só TU…

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.