Crescemos juntos…

| 6 Comments

De facto crescemos juntos (eu e os anos). Percorremos países, campos, praias, cidades… tivemos frio, calor, chuvas e tempestades…

Passaram os anos… eu vi-os passar e 2012 está quase a terminar.

Todos os dias o sol se põe…

Quando era criança acreditava (como tantas outras pessoas) que o mundo iria terminar no ano 2000. Dizia-se, na altura, “a 2000 chegarás, de 2000 não passarás”.
Doze anos depois, com mais rugas (é certo) rsrsrs, sobrevivi!

Vários tem sido os profetas da desgraça, mas felizmente falharam os prognósticos… os portugueses sabem bem que “prognósticos só no fim do jogo”. Os outros povos, talvez mais “videntes” do que nós, ainda não interiorizaram esta “máxima”.

Todos os anos, nesta época, nos preparamos para dar as boas vindas ao novo ano; festejamos antecipadamente um ano que desejamos seja melhor do que o anterior, mas que, muitas vezes, se revela bem pior.

Por mim, estou grata a 2012, porque, após me ter recusado durante vários anos a aderir ao facebook, em outubro deste ano, criei a minha página, embora sem face (rosto).

Criei, também, em conjunto com dois amigos (a Keta e o Miguel) o blog tri-angulo.pt que, por ser um blog de escrita livre, me tem ajudado a “exorcizar os meus fantasmas” e me permite partilhar algumas histórias de vida ou textos há muito esquecidos no fundo de uma gaveta.

Tenho monitorizado as visitas ao blog e é com profunda satisfação que verifico que, um pouco por toda a parte, algumas pessoas ainda “se dão ao trabalho” de fazer uma pausa e dedicarem alguns minutos a lerem os textos (às vezes um pouco longos) que vamos disponibilizando.

Os números dão-nos conta de que 745 pessoas visitaram este blog (de 18/10 a 28/12), vindas das mais variadas partes do mundo: China (Beijing), Brasil (S. Paulo e Rio de Janeiro), Estados Unidos (Dallas, Indio, Cupertino) Espanha (Barcelona e Badajoz), Canadá (Toronto), Suíça (Zurich), Reino Unido (Londres), etc.. Contudo (e como não podia deixar de ser)  a maioria dos nossos leitores são originários de cidades, vilas ou aldeias portuguesas.

Os comentários existentes no blog não traduzem o número de visitantes, uma vez que a maioria das pessoas não comenta os artigos. De qualquer forma, agradeço (agradecemos) a todos o apoio que nos tem dado, para que possamos continuar a escrever.

Lançamos palavras, alguém as agarra e enquanto isso acontecer, continuaremos…

Aos nossos leitores (e a 2012) o nosso MUITO OBRIGADA!

6 Comments

  1. Parabens Vina por tudo de Maravilhoso que nos tem oferecido. Parabens pela forma como sabe contar tudo o que o seu coração dita. Eu fico deliciada quando leio as suas Hestorias . (porém verdadeiras) continue,Lava-lhe a alma e nós aprendemos verdadeiras Lições de Vida.Um beijo e os votos de um Bom Ano.

  2. BOA!…. Vina!… Abre mais gavetas para tirar o cheiro a «mofo»

  3. Vina
    era assim que te tratava e espero não me levares a mal. Um blog tem sempre em si muito de pessoal, de quem o escreve e partilha.
    Há realmente um número muito diferenciado de pessoas entre as que nos lêem e os que comentam, mas isso sucede em todos os blogs. Dou-te o exemplo do meu blog em que na postagem de 24 deste mês houve 105 visualizações e 49 comentários. E o post de hoje já vai com 53 visualizações e 7 comentários, apenas.
    Já é bom que nos leiam…
    Apesar de tudo, a blogo está a viver uma grande crise, por causa do aparecimento das redes sociais, que fez com que muitos e bons blogs tivessem desaparecido; mas vai sempre aparecendo algum novo e por isso saudei o vosso aparecimento.
    Um bom* 2013 para todos vós.

    * – Duvido…

    • Olá João. Tens razão quando dizes que as redes sociais vieram tirar muitos leitores aos blogs, embora tragam outros. Sempre que publico um artigo, faço a sua divulgação no facebook e, pelo menos os amigos, vão ver (ler) o que escrevi. Aliás, é nesses dias que contabilizo o maior número de visitas. Sei que as pessoas agora gostam de informação na “ponta dos dedos” e como são bombardeadas com tanta informação, querem lê-la transversalmente para passarem rapidamente para a informação seguinte. Por isso agradeço muito a todas as pessoas que nos lêem. A ti, um agradecimento especial, por comentares sempre os nossos artigos. Um beijo grande e, apesar da dúvida, também te desejo um bom (o melhor possível) 2013.

  4. Obrigada Salvina por partilhares connosco o que te vai na alma.
    Diz-se que “mais vale tarde que nunca” e é bem verdade.
    Aderiste ao face, começaste a mostrar-nos as coisas lindas que tinhas escondidas dentro de ti e que nos tocam e o meu desejo para o próximo ano é que continues(m) a partilhar connosco esse vosso “dom”.

    Feliz 2013
    Beijos

    Fátima

    • Obrigada Fátima. Sei que segues o blog e quero agradecer-te também o apoio e “feedback” pessoal que sempre me tens dado. Um FELIZ 2013 também para ti… mesmo com férias obrigatórias 🙂

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.