Amigos

| 7 Comments

Temo-los sempre dentro do peito, demorando-se a escutar um rumor, um prelúdio tímido de um cantar de um pássaro, ou uma gota de água, que sacia a nossa sede.
«AMIGOS» tantos e tão poucos!…

A minha vida é uma história triste e alegre, igual à deles, enchendo sempre de sombra e luz a mesma rua.
Uns vão!… Outros chegam de mansinho para invadir o espaço que ainda tenho.

7 Comments

  1. Os amigos (verdadeiros) são dádivas de Deus para preencherem a nossa efémera existência. Sabemos que, mesmo distantes e ausentes, eles estão “lá”.

  2. Meu Querido, além dos laços de sangue que nos unem, existem tambem os da Amizade. E esses ninguem, mas mesmo ninguem vai conseguir cortá-los. Se necessário fosse , para que tu estivesses bem daria a minha vida por ti…. Um beijo do tamanho do MUNDO………………..

  3. Sim Aldina! Os que ficam são os verdadeiros, os outros são apenas passageiros.

  4. E há amigos que permanecem sempre, mesmo que pareçam “adormecidos”…

  5. Pois é Miguel há amigos que vêm e vão mas sem dúvida alguma há os que ficam para sempre…

Deixar uma resposta

Required fields are marked *.