Como sobreviver ao mundo?

| 2 Comments

Photo © HaJDuk Bastien

Photo © HaJDuk Bastien

O que me irrita é a arrogância.
O que me desilude é a indiferença.
O que me repugna é a subserviência.
O que entristece é a ignorância.
O que me dói é a deslealdade.
O que me desencanta é a humilhação.
O que me magoa é a crueldade.
O que me deixa de rastos é a desonestidade.
Este não é seguramente o meu mundo, mas tenho um lugar nele. Saberei algum dia lidar com ele? Não sei responder…

 

2 Comments

  1. Citando Mário de Sá Carneiro:

    “Um pouco mais de sol – eu era brasa,
    Um pouco mais de azul – eu era além
    Para atingir, faltou-me um golpe de asa (…)”

    Um beijo, Salvina.

  2. As almas sensíveis não são palpáveis, pertencem ao universo dos sonhos. Inconformadas… entristecem. Um beijo.

Deixar uma resposta

Required fields are marked *.