Covinha no queixo

| 2 Comments

bebes-dormindo_6

Da colecção “Welcome to the World” – Fotografia de Sandi Ford.

Em que dia?
Em que mês?
Em que ano
Perdi a covinha no queixo?

Eu tinha uma covinha no queixo
Assim redonda e engraçada
Como todas as covinhas no queixo
Mas perdia-a,
Não sei em que dia
Em que mês
Em que ano
Me morreu!
Que mãos me (re)modelaram o rosto
E me sulcaram a pele
De rugas
De fendas
De marcas
E me tiraram
A covinha do queixo?

2 Comments

  1. É tão difícil aceitar o que o tempo nos vai roubando… um beijo, Salvina.

  2. Foram as mãos do tempo, que não se compadecem com as covinhas do queixo.

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.