A rosa

| 6 Comments

RosaBranca_1

Ao chegares, rosa linda e perfumada,
Ao entrares dentro de mim, rosa sorridente e já amada.
Vieste na espuma dos dias e das noites de boémia,
Das casas vazias, com alegrias efémeras.

Partiste nas asas de um anjo, eu sei!…
Qruzando em tuas mãos uma rosa branca e gelada,
Como segurando a vida que tu tanto amavas.

Agora!?…
Restam as cinzas e o silêncio!…
Os dias brilhantes que vivemos,
As lágrimas em que morremos,
Lágrimas contidas e consentidas,
Como pétalas de rosa que se vão para um oceano de saudade.

Nas marés desse mar…
Vem sempre o perfume da rosa que te dei…..

6 Comments

  1. Lindo o Poema que fizeste á nossa Cristina….. Eu, só posso dar-lhe as minhas lágrimas pela partida tão prematura, recordar os momentos felizes que todos vivemos e que sei não tornarei a viver . Agradecer-lhe a amizade sincera que teve por nós dois, lembrar as suas alegres gargalhadas quando estávamos juntos, Foi uma grande Amiga , mas de ti sei que foi especial. Esteve sempre presente na tua vida quando era necessário. Nos momentos em que tu precisavas tanto de mim ao teu lado e eu não podia estar presente, por circunstâncias da vida…… Ela esteve sempre lá. Aqui lhe deixo um grande beijo de eterna saudade e estou certa que um dia volatremos a estar todos juntos ………………

    • Não sei se nos encontramos!?…
      Mas… as memorias, os amores, o sentir……
      Ficará sempre no cosmos, que é tão infinito!……………………………

  2. Amigo, porque será que nunca esquecemos o perfume das rosas que deixâmos junto delas?
    Eu sei!
    É que esse era o cheiro dos seus regaços, quando carinhosamente nos abraçavam.
    Um beijo

  3. Então é que nós os dois, em certos momentos somos parecidos!….

  4. Também lhe deixei uma rosa…

Deixar uma resposta

Required fields are marked *.