O recado

| 0 comments

003

Boa tarde vizinha!…. Só queria dar uma palavriha. Quando estender a roupa não deixe escorrer para a minha varanda, só porque moro em baixo. Também não sopre as alpistas do canário para as outras varandas.

— Está a falar comigo?… A vizinha de cima também tem um piriquito, ela é que é uma porca; faz tão pouco tempo que ficou viúva, e já anda com outro homem. E mais ainda, tem um neto que vai lá pra casa com amigos, a fazer não sei o quê? Drogarem-se, ou outras coisas?!…

— Não me interessa a vida dos outros!… Estou velho e reformado, mas ainda acerto os pinos todos, e ainda sou capaz de gastar meias solas, desde que seja jeitosa e não uma velha rabugenta  como a vizinha.

— Cale-se velho babão, já nem pode puxar um gato pelo rabo!

— E você?… Vai puxar o quê? Já está tudo murcho… hii hiii hiii… Também lhe quero dizer para por o lixo no contentor, como fazem as pessoas civilizadas, e não deixá-lo à porta do prédio. Se não, alí em baixo fica uma merda.

— Ha! Ha!Ha!…  Não tenho mais tempo para o aturar e vá à merda!…

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.