27 de Novembro de 2015
by Miguel
0 comments

Esse dia

Esse dia surgiu como um quadro de pintor surrealista, ousando matar as cores para renascê-las em tons de vida e morte, como um quadro sucessivo das imagens externas a que chamamos mundo. As nuvens num remoinho cinzento e claro, dançavam … Continue reading

3 de Novembro de 2015
by Miguel
0 comments

De noite…

Na aurora os galos cantam, toca a arpa!… Ao meio-dia cigarras cantam, toca o alaúde!… Na penumbra ladram os cães, toca o piano!… De noite!… Uivam os lobos, e choro eu!