Esquecimento

| 0 comments

tristezaNesta tristeza que trago,
Dentro do meu coração
Te chamo irmã amiga e filha.
Na boca um sabor amargo,
Um sabor a ingratidão,
Como no mar uma ilha.

Esquecer o que já lá vai…
São dores que doem no tempo,
Tempo que não tenho mais,
Com gritos mudos  e ais.
Só quero p’ra ti o momento,
Nas pedras frias do cais.

Quero esquecer o que é mau
Agora neste momento,
Nem que tudo fique em vão?…
Neste fado do esquecimento.

Deixar uma resposta

Required fields are marked *.