Esse homem é meu!

| 0 comments

Ontem fui a um Restaurante africano com algumas amigas. Havia música ao vivo e, logicamente, dançámos ao ritmo do semba, de música pimba portuguesa e de temas brasileiros.
Em determinado momento, apagaram-se as luzes e cantaram-se os parabéns. Estava na sala uma Senhora que fazia 91 anos e a família festejava esse acontecimento.

Alguém desafiou a Senhora para um pézinho de dança e ela fez-se à pista… e dançou. Teve ainda olhos para “pescar” os poucos homens que lá estavam e fixou-se num Malanjino bonito (não vou dizer o nome). Quando alguma das amigas se aproximava do “dito-cujo”, a Senhora zangava-se e, de modo sério e compenetrado, dizia “esse homem é meu!”… repetiu-o incessantemente… até ser retirada da pista de dança por uma familiar.

Achei muita graça àquela mulher que, apesar da idade, teve agilidade motora para dançar durante cerca de meia hora… e ainda se “atreveu a competir” com as outras mulheres da sala, marcando terreno e dizendo “este homem é meu”.

E não escolheu nada mal…

Parabéns, linda Senhora engatatona

Deixar uma resposta

Required fields are marked *.